(11) 3719-0993
Pesquisa Avançada
Shinigami Records




Shinigami Records > CDS > Metal Allegiance - Volume II: Power Drunk Majesty
Metal Allegiance - Volume II: Power Drunk Majesty

  R$ 35,00
    

Compartilhe
Compartilhe o produto

Características
Qtde Desejada:
Valor Unitario: 35,00
Valor Total (R$):
Calcule o Frete e o Prazo de Entrega
Digite seu CEP:  
 

DESCRIÇÃO

FORMA DE PAGAMENTO

COMENTÁRIOS

Gênero: Thrash/Groove Metal

SOBRE O ÁLBUM:

Tudo começou como uma celebração ao Heavy Metal, alimentada por um laço bem forte, praticamente tribal, entre alguns dos pioneiros mais reverenciados da cena que incluía uma lista de colaboradores dentro e fora do palco, quase como um verbete da Wikipedia sobre o gênero. Agora, com o seu segundo álbum, o METAL ALLEGIANCE consegue de novo o aparentemente impossível: o projeto de “all stars” cimentou sua posição como uma banda real e não só como mais um projeto.

Encharcado de adrenalina, pegadas thrash e groove, diversidade na dose certa e não menos focado que o seu impressionante predecessor, a mera existência do brilhante “Volume II: Power Drunk Majesty” silencia qualquer dúvida sobre a sincera intenção, a determinação e a resiliente dedicação ao heavy metal praticado pela banda.

Essa singular tenacidade se estende também ao processo tradicional de composição da banda. “Nós não nos falamos apenas por telefone”, explica o baixista e co-fundador David Ellefson (Megadeth). “Estas são músicas reais, escritas por pessoas reais, reunidos na mesma sala. Mesmo com as complicações que isso possa trazer para as nossas vidas, somos uma verdadeira banda.”

“Escrevemos essas músicas no meu porão, tocando-as nos ensaios antes de gravá-las”, acrescenta o baterista e co-fundador Mike Portnoy (The Winery Dogs, ex Dream Theater). “É importante ressaltar que este não é um desses projetos de e-mail onde todos enviam arquivos de um lado para o outro. Como uma banda de garagem, cada uma das músicas começou com todos tocando juntos, compondo juntos, bem old school.” Ele compara essa energia a álbuns clássicos como “Kill ‘Em All” do Metallica ou “Bonded By Blood” do Exodus.

Emergindo das prolíficas sessões de escrita e jams com duas configurações diferentes dos quatro co-fundadores da banda mais nove vocalistas convidados, “Volume II: Power Drunk Majesty” apresenta novos hinos do METAL ALLEGIANCE como ‘Bound By Silence’, ‘Liars & Thieves’, ‘Mother Of Sin’ e ‘The Accuser’ ao lado do esotérico ‘Voodoo Of The Godsend’ e o abrangente ‘Power Drunk Majesty (Part II)’ que fecha o álbum.

As letras são contemporâneas, pois muitas das músicas refletem o atual estado frustrante do mundo, através de uma perspectiva agressiva que transcende o partidarismo em favor da ira desenfreada. Particularmente, o baixista e co-fundador Mark Menghi teve muito a ver com isso.  “Não é um álbum político com uma abordagem liberal ou conservadora”, ele explica. “É sobre o que está se tornando hoje a sociedade americana e o quanto o sistema está um saco”. Também encontraremos no álbum um tipo de exorcismo emocional, especialmente para Menghi que passou por um período turbulento na sua vida privada.

“Volume II: Power Drunk Majesty” apresenta uma visão coesa, um ataque thrash quase retrô mas, ainda assim, moderno. “Com ambos os álbuns, nos reunimos para ver o que aconteceria e as duas vezes ficamos surpresos”, comenta o guitarrista e co-fundador Alex Skolnick. “No primeiro álbum parecíamos crianças em uma loja de doce. É um álbum diversificado, o que é ótimo. Neste, fomos para um som mais unificado e com menos convidados.”

Conseguir reunir, mais uma vez, a todos os membros do METAL ALLEGIANCE pode ser considerado como um pequeno milagre, tendo em conta as conturbadas agendas de cada um deles. Que Ellefson, Menghi, Portnoy e Skolnick tenham escrito, tocado e produzido juntos não apenas um mas dois álbuns de estúdio, é realmente surpreendente. É uma evidencia de seu total comprometimento com o espírito que o METAL ALLEGIANCE incorpora, com a sua força criativa única e com os fãs.

O primeiro álbum do METAL ALLEGIANCE conta com as participações especiais de membros e ex membros de Lamb of God, Slayer, Exodus, Pantera, Machine Head, Lacuna Coil, Judas Priest, Arch Enemy e Anthrax, para citar apenas alguns. Em “Volume II: Power Drunk Majesty”, o núcleo principal é mais uma vez fortalecido por um pequeno exército de amigos, uma mistura eclética de lendas do Metal, visionários e incendiários.

Os vocalistas convidados incluem: Trevor Strnad (The Black Dahlia Murder), John Bush (Armored Saint), Bobby “Blitz” Ellsworth (Overkill), Mark Tornillo (Accept), Johan Hegg (Amon Amarth), Max Cavalera (Soulfly) e Floor Jansen (Nightwish). “Volume II: Power Drunk Majesty” também marca o retorno do “quinto Beatle” não oficial Mark Osegueda (Death Angel) e de Troy Sanders (Mastodon).

Mas o virtuoso, de bom gosto e melódico trabalho de guitarra de Skolnick também não está só e é acompanhado por convidados que representam um amplo espectro de gerações e estilos:  Andreas Kisser (Sepultura), que regularmente aparece com o METAL ALLEGIANCE no palco; Nita Strauss (Alice Cooper) e o ex-professor de guitarra do, então adolescente, Alex Skolnick, Joe Satriani.

Agora com dois álbuns intensos, o METAL ALLEGIANCE é mais do que apenas um projeto.

“Por mais que o METAL ALLEGIANCE tenha começado como uma espécie de festa, uma vez que lançamos o primeiro disco, mostramos claramente que tínhamos algum mérito artístico”, observa Ellefson. “Nós queríamos fazer um segundo álbum, então quando saíamos e nos apresentávamos, onde e quando quer que seja, tínhamos mais material para os fãs das nossas bandas individuais se esbaldassem e realmente deixem para trás a ideia de [a banda é] só um empreendimento artístico.”

Portnoy concorda. “O METAL ALLEGIANCE é um trabalho por amor e me dá uma válvula de escape que não tenho em nenhuma das minhas outras bandas ou projetos. Eu amo esses caras: Dave, Alex, Mark e todos os outros habituais que viajam conosco, como Gary Holt, Mark Osegueda, Andreas. É muito legal ficar com eles, eles são muito divertidos para fazer uma jam. Isso faz parte do que eu amo fazer e eu, pessoalmente, sempre tento arrumar tempo para isso sempre que me pedem.”

Ellefson resume o espírito do METAL ALLEGIANCE com uma simples frase: “São bons amigos fazendo juntos uma ótima música.”

TRACK LIST

1. The Accuser
2. Bound by Silence
3. Mother of Sin
4. Terminal Illusion
5. King with a Paper Crown
6. Voodoo of the Godsend
7. Liars & Thieves
8. Impulse Control
9. Power Drunk Majesty (Part I)
10. Power Drunk Majesty (Part II)

Visita à banda em:

www.metalallegiance.com
www.facebook.com/metalallegiancetour


 



Cadastre-se. Receba novidades, ofertas e cupons.
INSTITUCIONAL
Home  | Quem Somos  | Frete e Devoluções  | Tabela de Preços |
 
Shinigami Records
CNPJ: 02.502.919/0001-09
CAIXA POSTAL, 60191 - - SÃO PAULO - SP
Cep:05.323-970
11-37190993


AJUDA E SUPORTE
Contato
Atendimento On-Line
Minha Conta
Desenvolvido por Lojas Virtuais BR