(11) 3719-0993
Pesquisa Avançada
Shinigami Records




Shinigami Records > CDS > Krisiun - Scourge of Enthroned
Krisiun - Scourge of Enthroned

  R$ 35,00
    

Compartilhe
Compartilhe o produto

Características
Qtde Desejada:
Valor Unitario: 35,00
Valor Total (R$):
Calcule o Frete e o Prazo de Entrega
Digite seu CEP:  
 

DESCRIÇÃO

FORMA DE PAGAMENTO

COMENTÁRIOS

Krisiun - Scourge of Enthroned

Gênero: Death Metal

SOBRE O ÁLBUM:

Chega um momento, durante a carreira de uma banda, que os membros devem olhar para trás e reavaliar o seu trabalho. Esta autocrítica pode levar a fazer uma reformulação no seu estilo ou reforçar o que ela realmente é. Para a banda brasileira de Death Metal KRISIUN, tal análise pode causar um grande dilema. Ativo desde 1990, o trio é reconhecido por álbuns clássicos como o raivoso “Black Force Domain” (1995), a obra-prima “Conquerors Of Armageddon” (2000) e o implacável e memorável “Southern Storm” (2008) e pelas suas marcas registradas de sempre: os ritmos insanos, a bateria quase inumana (que muitos cogitaram ser uma bateria eletrônica pela rapidez insana) e os vocais únicos claramente influenciados pelo saudoso Lemmy, deixando de lado os ‘ganchos’ e as ‘melodias’ clichês. E sejamos sinceros, enquanto o som do KRISIUN se tornava, ao longo dos anos, cada vez mais técnico e mais variado em termos de groove e ritmo, a banda sempre se comprometeu a entregar esse furioso ataque Death Metal que a colocou no topo entre as bandas do gênero. Porém, após o lançamento do álbum “Forged in Fury” de 2015, os irmãos Alex, Max e Moyses perceberam que era necessária uma abordagem diferente. “Foi um álbum um pouco complicado”, admite o vocalista e baixista Alex Camargo. “Tinhas partes mais lentas e também era bastante longo. Nós ainda estamos 100% por trás disso, mas temos dúvidas que mostre a real essência do KRISIUN”

Então para o seu 11º álbum de estúdio, “Scourge of the Enthroned”, a banda decidiu voltar a gravar um álbum rápido e extremamente selvagem. Com uma duração de 38 minutos (o predecessor “Forged in Fury” durava quase uma hora), este novo trabalho tornou-se um verdadeiro monstro graças ao trabalho do reconhecido produtor Andy Classen: “Trabalhando com Andy no Stage One Studio, nos sentimos como em casa. Ficamos num apartamento por quase um mês e nos concentramos em capturar uma vibe honesta e quase viva e editamos as músicas mais do que fizemos no anterior”. Localizado na zona rural perto da cidade alemã de Kassel, a paisagem ajudou imensamente durante este período. “Não houve nenhuma distração, aquele local está no meio do nada e além de comer churrasco com Andy, nós apenas trabalhamos nas músicas como loucos”. Sim, é assustador pensar que eles se dedicaram mais ainda nas composições depois de “Forged in Fury”, por isso assim que você ouve a primeira faixa do novo álbum do KRISIUN sente uma força que nos remonta ao álbum de estreia! “Você está falando do riff de ‘Black Force Domain’ na faixa ‘Demonic III’, né? Essa música é sobre a banda e a nossa história. Depois de todos esses anos, sentimos que já era hora de fazermos o nosso próprio hino e um riff como esse [pode parecer como] um retrocesso para nós e os fãs!”. No entanto, em termos do som, a banda não trouxe de volta a aspereza descontrolada de “Black Force Domain” mas ainda mantem a mesma mentalidade sobre o processo de gravação: “Nós interpretamos o título do álbum como um açoite para todo esse Death Metal plastificado que anda por aí. Vocês estão ouvindo seres humanos e não um computador! Tudo foi gravado e tocado naturalmente e vocês podem ouvir todos os detalhes. Ele não vai para esse som ‘americanizado’ tão sem vida e estéril. É um álbum muito orgânico e pesado e acho que isso está relacionado com o espírito que nós tivemos no álbum de estreia”.

De fato o álbum traz muitos destaques! Do solo, total estilo Slayer, que abre ‘Devouring Faith’, para o quebra-pescoço ‘A Thousand Graves’ e a complexidade rítmica de ‘Abysmal Misery (Foretold Destiny)’ até o final épico com ‘Whirlwind of Immortality’. Esta última é outra faixa na qual podemos ver uma conexão com a arte de capa criada por Eliran Kantor (Testament, Hate Eternal, Incantation) como Alex explica: “A música é sobre os Anunnaki, que aparecem na mitologia suméria, julgando o destino da humanidade. Muitas vezes eles são retratados por sete figuras, na nossa capa apenas aparecem três porque está ligado com [a música] ‘Demonic III’. Como o KRISIUN está prestes a celebrar seu 30º aniversário em 2020, é muito justo que apareça simbolizado como deuses antigos do Death Metal na capa, hahaha!” Liricamente, o álbum não mergulha muito em mitos, como Camargo confirma: “Nós lidamos com o fanatismo religioso, a guerra e a tragédia dos refugiados, que fogem das lutas dos seus países de origem para acabar se afogando no mar ou serem tratados como cachorros nos países ocidentais. A realidade oferece muitos assuntos para escrever o Death Metal raivoso!”

“Nós somos uma das poucas bandas com só três membros”, diz Alex, “que fazem algo de alto nível, barulhento e real!” E está é a verdadeira essência do KRISIUN!

De uma coisa você pode ter certeza: este novo álbum vai virar um clássico assim que chegar nas suas mãos. Aproveite!!!

TRACK LIST

1. Scourge of the Enthroned
2. Demonic III
3. Devouring Faith
4. Slay the Prophet
5. A Thousand Graves
6. Electricide
7. Abysmal Misery (Foretold Destiny)
8. Whirlwind of Immortality

Visita à banda em:

http://www.krisiun.com.br/
https://www.facebook.com/krisiun.official/


 



Cadastre-se. Receba novidades, ofertas e cupons.
INSTITUCIONAL
Home  | Quem Somos  | Frete e Devoluções  | Tabela de Preços |
 
Shinigami Records
CNPJ: 02.502.919/0001-09
CAIXA POSTAL, 60191 - - SÃO PAULO - SP
Cep:05.323-970
11-37190993


AJUDA E SUPORTE
Contato
Atendimento On-Line
Minha Conta
Desenvolvido por Lojas Virtuais BR